You are here


Principais transmissores de agentes causadores de: Dengue, Febre Chikungunya, Febre Amarela, Febre Zika, Filariose, entre outras. São espécies muito bem adaptadas às áreas urbanas e usam recipientes artificiais que acumulam água como criadouros. No Brasil, as principais espécies de mosquito são Culex quinquefasciatus e Aedes aegypti.

Medidas preventivas e corretivas

Identificação e eliminação de criadouros

• Inspecionar e não deixar acumular água em objetos como vasos, baldes e outros.
• Monitorar água parada como em poças, canais e redes de esgoto.
• Limpar piscinas, calhas de água e tampar com apóstrofo: caixas-d’água.
• Remover entulhos que possam acumular água.

Reduzir chances de picada

• Utilizar barreiras físicas com telas em janelas e portas.
• O uso de repelente é indispensável.

Controle Integrado

Uma estratégia de controle eficaz considera as fases larvais e adultas. Estima-se que 80% da infestação está no ambiente sob forma imatura.

Controle de Mosquitos Adultos

• Controle Residual​: Controle de mosquitos que pousarem na superfície tratada, por maior período de tempo. 

• Aplicação Espacial: Controle de mosquitos que estão voando no ambiente.

Controle de Larvas

• Larvicida para reservatórios de água, inclusive potável, para o controle de larvas do Aedes aegypti. 

• Pulverização em locais de acúmulo de água limpa e poluída para o controle de larvas; 

• Pulverização e rotação para o controle de larvas em água poluída.