You are here

Syngenta anuncia a fase inicial de desenvolvimento de um novo inseticida para combater a malária

Produtos & Tecnologias
25.04.2018

São Paulo, abril de 2018 – A Syngenta anunciou hoje que um novo ingrediente ativo de inseticida, com um novo modo de ação para atuar contra a resistência no controle dos vetores da malária está entrando na fase inicial de desenvolvimento. O novo ingrediente é oriundo da colaboração entre a Syngenta e o Innovative Vector Control Consortium (IVCC) para identificar e desenvolver novas áreas de química inovadora, adequadas para o controle de mosquitos vetores. A Syngenta e o IVCC iniciaram a colaboração em 2009.

A OMS estimou que, em 2016, havia 216 milhões de casos de malária em mais de 90 países ao redor do globo. A malária é responsável pela morte de cerca de 445 mil pessoas a cada ano, e muitos dos afetados são pequenos agricultores. A África Subsaariana continua a ser a região que mais sofre com a malária, respondendo por 90% dos casos e 91% das mortes. Pesquisas mostram que quando um pequeno produtor é infectado com malária durante a colheita, a produtividade das culturas cai quase 50% e a renda também pode cair em 50%.

Apesar de ainda em vias de ser erradicada em muitos países, a malária é uma doença evitável e curável. Desde 2010, medidas de prevenção e controle melhoradas têm levado a uma redução significativa nas taxas de mortalidade por malária globalmente, com sucesso obtido principalmente através do uso de mosquiteiros tratados com inseticida e pulverizações residuais internas, contendo inseticidas piretróides. No entanto, essas reduções estão sob ameaça devido ao aumento da resistência a inseticidas, reduzindo a eficácia dos programas de controle de vetores.

Diante deste cenário desafiador, a Syngenta, em colaboração com o IVCC (Innovative Vector Control Consortium) – consórcio internacional para o controle de vetores, que conta com o apoio financeiro de diversas entidades – desenvolveu o ACTELLIC® 300CS que, com a recomendação da OMS, é utilizado em 32 países africanos, ajudando a proteger mais de 40 milhões de pessoas da doença. Atualmente, estima-se que esta solução já tenha reduzido a transmissão da malária em quase 40% no leste do Zimbábue e em até 60% no norte de Gana.

“Com o Actellic® 300CS estamos alcançando ótimos resultados, mas estamos cientes de que novas soluções são necessárias para o controle sustentável destes vetores. Nosso trabalho, em conjunto com o IVCC, é descobrir e desenvolver essas soluções, que podem transformar radicalmente a saúde pública em regiões onde as pessoas vivem com a ameaça diária da malária, e erradicar a doença até 2040”, afirma Erik Fyrwald, CEO da Syngenta.


Sobre a Syngenta

A Syngenta é uma empresa líder no segmento agrícola que trabalha pela segurança alimentar mundial, permitindo que milhões de agricultores façam melhor uso dos recursos disponíveis. Por meio da ciência e de soluções de cultivo inovadoras, nossos 28 mil funcionários em mais de 90 países estão trabalhando para transformar a maneira como os cultivos são desenvolvidos. Estamos empenhados em recuperar terras à beira da degradação, promover a biodiversidade e revitalizar comunidades rurais. Para saber mais, acesse www.syngenta.com.br e www.portalsyngenta.com.br. Siga-nos no Facebook em www.facebook.com/Syngenta e no Twitter® em @Syngentabrasil.