You are here

A dimensão da microcápsula de Demand pode ser sua aliada

Notícias L&G
09.12.2016

SÓ DEMAND COMBATE AS PRAGAS
COM A TECNOLOGIA ICAP® DE MICROENCAPSULAÇÃO.

Um inseticida só é eficaz se a praga-alvo entra em contato com ele. É importante contar com a experiência e análise da empresa controladora de pragas, seus técnicos e operadores, na avaliação dos melhores lugares para aplicação do produto em cada situação. Além disso, é de fundamental importância o conhecimento da indústria no desenvolvimento de formulações de alta qualidade e amplo espectro de ação para o controle satisfatório das pragas. Fatores como esses contribuem para que ambos, Syngenta e seus parceiros, entreguem o melhor em soluções no combate às pragas.

A exclusiva tecnologia de microencapsulação iCAP® dá origem a microcápsulas com inseticida em tamanho ideal para tratamentos em variadas superfícies.

O tamanho delas afeta diretamente seu desempenho e, por isso, a Syngenta buscou aprofundar seu conhecimento no desenvolvimento de DEMAND, produto pioneiro no mercado com esse conceito. Em uma escala microscópica, muitas superfícies domésticas como concreto, madeira, gesso, entre outras, são surpreendentemente heterogêneas. Fendas, poros e cavidades são facilmente vistas com o auxílio de microscópios, mesmo nas superfícies mais lisas. Microcápsulas menores que 5 um (1 um é igual a 1 milésimo de milímetro) são rapidamente absorvidas por essas cavidades após uma aplicação supercial. Como as pernas de insetos são muito maiores que esses poros, eles não entram em contato com as cápsulas que foram absorvidas nessas estruturas.

Apenas as microcápsulas maiores entrarão em contato com o inseto. Uma aplicação de qualidade não depende apenas da técnica do aplicador como também da distribuição uniforme do produto. Microcápsulas de tamanho muito grande também podem afetar a eficácia cácia do tratamento, já que concentram muito ativo em pontos específicos da superfície de modo não homogêneo. Em uma microcápsula de 40 um, por exemplo, há 8x mais ativo que uma microcápsula de 20 um. Outro importante fator considerado no desenvolvimento de DEMAND foi a facilidade de adesão da microcápsula ao inseto. Já nos anos 50, pesquisas demonstravam que partículas entre 10 - 25 um eram levadas mais facilmente por mosquitos. Estudos recentes realizados pelo laboratório Syngenta confirmaram a análise com baratas e moscas.

A somatória de todos esses fatores levou a Syngenta a criar uma microcápsula que otimiza a distribuição do produto em áreas tratadas, maximiza a aderência e a exposição dela ao inseto alvo enquanto protege o ativo Lambda-cialotrina das condições adversas do ambiente. O resultado disso é um inseticida de alta performance, flexível às diversas superfícies e com um excelente efeito residual, mostrando que seu tamanho é importante e de inigualável qualidade, suportando as atividades das empresas controladoras na melhor entrega para seus clientes.

Testes realizados no laboratório Syngenta Brasil com o apoio de fotos de microscopia de varredura feitas na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) mostram as microcápsulas robustas do DEMAND, que possuem tamanho médio de 17 um, ideal para o tratamento efetivo em diversas superfícies.
Na análise dos concorrentes A e B, considerados à base de Lambda-cialotrina microencapsulada, não é possível a visualização e identificação de microcápsulas. No produto A, 50% das partículas presentes possuem até 2.53 um apenas, enquanto no produto B 50% das partículas possuem até 2.35 um. Os tamanhos abaixo do ideal indicam que os concorrentes listados apresentam baixa disponibilidade para entrar em contato com os insetos, sendo absorvidos rapidamente por superfícies porosas e prejudicando sua ação inseticida.
FOTOS TIRADAS EM MICROSCÓPIO ELETRÔNICO DE VARREDURA.