You are here

Vídeo mapping e projeções fulldome são destaques do projeto “Arte Palavra Alimento”

Notícia
03.10.2016

São Paulo, outubro de 2016 – O Entre os dias 01/11 e 13/11/2016, São Paulo recebe o projeto “Arte Palavra Alimento”, que promete aguçar os sentidos dos visitantes com estímulos visuais de última geração. Na ocasião, os mais renomados VJs especialistas em produções audiovisuais com projeções de vídeo 360°, VJ Spetto, VJ Zaz e VJ Ortega, farão apresentações ao vivo em três domos para contar de maneira inédita a evolução da relação entre os seres humanos e a obtenção e produção de alimentos. As projeções serão realizadas na sede do Instituto Biológico (IB-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, na Vila Mariana, São Paulo.

A visitação é gratuita e o patrocínio é da empresa Syngenta. A realização é da produtora cultural Incentivar, empresa do Grupo Komedi, por meio de Lei Federal de Incentivo à Cultura. O Instituto Biológico é um dos apoiadores do projeto.

Para conferir esse VJ Set exclusivo, os visitantes percorrem um caminho formado por três grandes domos geodésicos (cúpulas de até 8,5 metros de diâmetro especialmente concebidas para projeções de vídeos a 360°). “A escolha pela realização das performances em domos é para promover a imersão do visitante no assunto. Numa tela fulldome, o espectador está literalmente dentro da projeção.  Então tudo muda; o jeito de pensar o roteiro, a ação e a técnica de produção. O timing também é outro, pois uma informação que cruza o domo deve respeitar o tempo de observação, não dá para fazer tudo tão rápido, pois não há tempo hábil para acompanhar a informação trafegando no espaço. Temos que respeitar o espaço. É uma evolução na comunicação, nesse caso, utilizada como forma de ensino. Respeitamos a forma para expressar melhor o conteúdo”, explica VJ Spetto.

O objetivo do projeto é fazer com que o público se sinta parte da história, demonstrando como a necessidade de alimento contribuiu para a mudança no modo de vida dos grupos humanos e, atualmente, movimenta diversas cadeias produtivas da economia até chegar às mesas. O conteúdo das projeções destaca a presença dos principais alimentos consumidos pelo homem desde 5 mil anos A.C. até os dias atuais, além de abordar questões importantes como segurança alimentar e desperdício. “É uma grande oportunidade para nós podermos participar de iniciativas culturais, especialmente de projetos como o Arte Palavra Alimento, que além de ter uma abordagem inovadora, destaca os desafios da segurança alimentar. O conteúdo transmite a mensagem de esperança no futuro, mas com atenção voltada para a necessidade de mudança de hábitos agora”, explica Pablo Casabianca, Diretor de Assuntos Corporativos da Syngenta.

Léo Scopin, produtor cultural da produtora Incentivar, explica que “as escolhas para o projeto partiram do desejo de proporcionar programação cultural gratuita e entreterimento, mas com uma mensagem para reflexão crítica e educativa, atuando na formação do público para as artes visuais, por meio de novas mídias”.

De acordo com Antonio Batista Filho, diretor-geral do Instituto Biológico, esta é uma oportunidade para as pessoas também conhecerem melhor o trabalho realizado pelo instituto de pesquisa paulista e seus espaços de transferência do conhecimento. “Além das projeções, o público poderá conhecer o cafezal urbano e as pesquisas e prestações de serviços realizadas pelo Instituto Biológico nas áreas de sanidade animal e vegetal.  Também será possível visitar a exposição Planeta Inseto”, afirma. As visitas no Planeta Inseto são realizadas de terça a domingo, das 9h às 16h.

Sobre a Syngenta

A Syngenta é uma empresa líder no segmento agrícola que trabalha pela segurança alimentar mundial, permitindo que milhões de agricultores façam melhor uso dos recursos disponíveis. Por meio da ciência e de soluções de cultivo inovadoras, nossos 28 mil funcionários em mais de 90 países estão trabalhando para transformar a maneira como os cultivos são desenvolvidos. Estamos empenhados em recuperar terras à beira da degradação, promover a biodiversidade e revitalizar comunidades rurais. Para saber mais, acesse www.syngenta.com e www.goodgrowthplan.com. Siga-nos no Twitter® em www.twitter.com/Syngenta